Pular para o conteúdo principal

Outubro mês de idosos e crianças...

E porque não juntar presente e passado, resgatar a criança que fomos?
Para comemorar o mês das crianças e dos idosos fiz uma seleção de fotos novas e antigas, com o objetivo de resgatar memórias da infância e juventude.


..."Era uma vez

O dia em que todo dia era bom
Delicioso gosto e o bom gosto das nuvens serem feitas de algodão
Dava pra ser herói no mesmo dia em que escolhia ser vilão
E acabava tudo em lanche
Um banho quente e talvez um arranhão
Era uma vez, era uma vez, era uma vez, era uma vez
O dia em que todo dia era bom
Era uma vez
É que a gente quer crescer
E quando cresce quer voltar do início
Porque um joelho ralado dói bem menos que um coração partido
É que a gente quer crescer
E quando cresce quer voltar do início
Porque um joelho ralado dói bem menos que um coração partido
Dá pra viver
Mesmo depois de descobrir que o mundo ficou normal
É só não permitir que a maldade do mundo te pareça normal
Pra não perder a magia de acreditar na felicidade real
E entender…"
(Kell Smith)






 
A beleza do envelhecimento.
Estas fotos fazem parte do acervo do meu projeto fotográfico autoral, sem fins lucrativos, a beleza do envelhecimento.


Natalia de F. G. Ferreira. Fisioterapeuta e  estudante de fotografia.
A fisioterapia foi escolhida com a razão, para com amor fazer diferença na vida das pessoas. 


A fotografia com o coração, para além de fazer a diferença, registrar os momentos significativos da vida.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dicas da fisioterapia para estimular o seu bebe

Massagens e automassagem com auxílio de superfícies de contato

Cuidados Posturais durante a gravidez e Amamentação.

Para cuidar do próprio corpo é necessário conhecê-lo!
Você conhece seu próprio corpo e as mudanças que estão ocorrendo durante a gravidez? Durante as 42 semanas de gestação, o organismo feminino passa por profundas alterações anatômicas, fisiológicas e bioquímicas em quase todos os órgãos e sistemas.
Durante a gravidez é comumente necessário para a mulher adaptar sua postura para compensar a mudança de seu centro de gravidade. Em uma mulher não grávida, o centro de gravidade está localizado bem em frente à coluna vertebral, na altura dos rins. Mas na gestante, o centro de gravidade torna-se mais anterior, forçando a coluna vertebral. Há uma tendência para o deslocamento para frente, devido ao crescimento uterino-abdominal e ao aumento das mamas.
Para compensar, o corpo projeta-se para trás, amplia-se o polígono de sustentação, os pés se distanciam e a porção cervical da coluna alinha-se para frente. A deambulação da gestante é comparada à dos gansos, sendo chamada marcha anserina, ca…